sexta-feira, 4 de março de 2011

Meu amigo de longe

Vamos dar uma risada
na estrada da saudade.
Meu amigo você se foi,
mas no meu coração ficou.

Meu amigo foi viver a vida dele,
criar a própria em outro lugar,
e levou um pedaço meu para lá.

Brincaremos na roda da nostalgia.
Você lá e eu aqui.
Montaremos quebras cabeças
com nossas velhas fotos.

Guarde toda a felicidade que passamos,
todas as conversas, abraços.
E o mais importante,
me guarde no seu coração.

ps: esse poema não é dedicado apenas a um amigo, mas sim a dois. Maicon Bueno e João Paulo Torquato. Meus maiores amigos, que por destino agora estão longe.

7 comentários:

RFGames disse...

você tem o dom d aescrita,continue assim!


http://rfgamesx.blogspot.com/

Fabi disse...

ah... amigos distantes, que deixam marcas... fazem nos brincar na roda da nostalgia...
belo texto.
paciencia

@lgr2k9 disse...

Amei o blog... Realmente um espaço original e criativo!
Bons amigos aqueles que se foram... Nostálgico!
Visite meu blog? www.monologosescritos.blogspot.com

Carlinha disse...

gostei =D
bateu uma saudade de quem está longe...

MioJoOOo disse...

Amizade é tudoo... a distancia não acaca d emaneira alguma com amizade verdadeira.
To te seguindoo,segue o meu tbm :D
http://miojox.blogspot.com/

Maicon Bueno disse...

Que saudade, to com muitas saudades. Te amo muito, amei o poema.

juliana_alves disse...

que belo! pensei se fosse eu quem vivesse essa situação. ia ser justamente assim que eu ficar: lembrando, juntando memórias e colecionando ligações.

doisbeijos,
juuh