quarta-feira, 9 de março de 2011

Tudo que preciso (mas não quero)

To precisando de farra,
não de um copo de água com açúcar.
To precisando de um banho de chuva,
e não a calma do sereno.

Um café forte para acordar,
um porre para não amar,
um toque para dançar.
Alguém para festar.

Preciso de farra.
Irei jogar as pernas pro ar
respirar o novo ar,
quem sabe, até pular o velho carnaval.

7 comentários:

Talita xavier disse...

doreeei http://thaa03.blogspot.com/

Mizael disse...

hehehe
Muito bom
Parabéns mesmo.
Foi divertido ler isso! : )
passa lá depois? http://miizaell.blogspot.com/
Abraço!

Ravi Barros disse...

AS veze aquilo que mais precisamos é yudo aquilo que não queremos, temos que buscar a felicidade ondew nos sentimos bem... isto sim funciona.

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o blog !
Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !

juliana_alves disse...

retribuindo visita.
estava precisando de farra consegui. aqui no Rio só choveu no carnaval. consegui meu banho de chuva tb. Não bebo, mas tomo café forte. Danço. pulei o velho carnaval em bloco velho tb, mas era a farra que precisava.
seguindoo...

ah, gosto muito de poesia descontraída. parabéns.

Aquele abraço, Juuh

ps.: gosto de festa, mas não sou "perdida", ok? heuhehue

juliana_alves disse...

41ª acompanhante deste blog ;D

W. G. Lacerda disse...

Oi, gostei dos seus posts, depois passa no meu blog tb: http://wglacerda.blogspot.com/
Tô seguindo, até mais.