domingo, 25 de setembro de 2011

Faz de conta que eu fui mais legal!

A sua frieza chegava em mim como uma faca, uma estaca. Mas eu compreendia você, eu tinha sido um mentecapta. Alias, agora acredito que tinha sido algo muito pior. Eu me tornei a pior espécie do ser humano aquele dia, e eu não percebi isso no momento. Para o meu azar fui perceber só agora, agora que minhas palavras não valem nada para você, agora que não tenho direito de pedir desculpas. Eu tenho receio de chegar em você para mendigar alguma palavras, pois parece tão bem, tão feliz, creio que minha presença só iria te repugnar, e também tenho medo de errar novamente. Eu não tinha pensado que sua amizade fazeria falta, que você fazeria falta. Que inveja dos seus amigos... Sou uma cretina! Passo imagem de fria, mas no fundo... No fundo do meu quarto choro de madrugada de saudade das pessoas que deixei ir. A verdade é que não posso te prometer nada, sou totalmente instável, e até meio problemática, mas ultimamente estou sentindo falta de conversar, estou me sentindo um lixo. Parece que se eu me esconder em um buraco ninguém me procuraria, e olha, nem entrei no buraco e já estou me sentindo sufocada.

7 comentários:

Vinícius Mahier disse...

Adorei o blog, querida

Pive disse...

Vi meus sentimentos expressados em teu texto. Adorei o blog
Parabéns. Escreve bem

João disse...

blog ótimo, mto bom mesmo...

Reynaldo Araújo disse...

NOOOOOOOOOOOOOSSA!!!!

Simplesmeente me leu!
AMEI O TEXTO, sua linda.

FAVORITEI o blog, ook?!

Fabi disse...

e no silencio da madrugada... choro por ti!
meus sentimentos!

lollyoliver disse...

Nossa, seu texto tem sentimento, tem coração batendo, senti isso, senti emoção. Amei muito seu texto, mesmo. Tudo a ver com o tipo de texto que eu gosto!
http://lollyoliver.wordpress.com/

Anex Santis disse...

Fiquei triste com o texto, sabe reflete momentos passados...
maneiro seu blog guria


http://www.desagrupador.com.br quem puder dá um curtir do lado da pagina